segunda-feira, 25 de maio de 2020

LIFE NOTE - CAPÍTULO 7 - ONDE ESTÁ O FREDERICO?





Um agradecimento especial à Belinha que narrou com muita graça e doçura esse sétimo capítulo e às crianças do Centro Social Carisma que mergulharam na história e fizeram desenhos maravilhosos



https://soundcloud.com/lina-ramos-774797662/capitulo-7-onde-esta-frederico



7 - Onde está o Frederico?




Majô nem acreditou no que estava vendo.  Finalmente apareceu mais uma letra no Life Note. Agora era uma imensa letra O.


Espere!!! E se eu juntá-las? Pensou Majô 


A…

M...

O….


Amo?  Hummm…Ainda não faz sentido! Ou faz?


Anicélia ainda estava muito triste por causa do desaparecimento do Frederico, até parou de querer comer de 5 em 5 minutos. Se bem que não tinha tanta coisa para se comer em casa. A mãe continuava sem trabalhar e estava muito preocupada por conta desse cenário de pandemia, afinal, tinha que depender do auxílio do governo e de alguma cesta básica que era distribuída na comunidade. Até quando?


João Pedro, o irmão mais velho, parecia alienado a tudo o que acontecia e, o tão sonhado primeiro emprego parecia muito distante:


Majô sentou-se no chão, segurando o caderno e ficou a pensar: 



Letra O de… Ódio?  Melhor não construir as coisas com base nessa palavra. Ela pode ser muito perigosa e destrutiva.


Letra O de… Oxigênio! Essa é melhor! Respirar é de graça, por enquanto…  Tem muita gente que nem tá conseguindo respirar direito por causa do coronavírus. Temos que ser gratos por podermos respirar e que Deus abençoe esses que estão doentes.


Letra O de… Oração! E uma boa palavra. Isso lembra  fé e força vinda de Deus para   manter sonhos avivados  e a paz entre os homens de boa vontade. 


Anicélia se aproximou de Majô, interrompendo os seus pensamentos. Queria dizer que tinha feito vários cartazes para espalhar pelas ruas: Era a Operação Onde está o Frederico. Taí, mais palavras com a letra O e as crianças do Centro Social também a tinham ajudado:






E por falar em  crianças, essa era uma grande ideia!!!  Acionar o grupo do whats e pedir ajuda para elas. Pensou Majô. 


Letra O de … Online, porque a gente tá estudando assim agora. Disse  Aline.


Letra O de…  Osasco porque é um lugar onde eu moro e,  que tem bastante pessoas educadas, inteligentes, extrovertidas,  animadas e muito mais.  É  um lugar de esperança - Disse Anna 


Letra O de…Originalidade  porque gosto de produtos 100% original - Disse Safira


Letra O de…Orquídea  porque é a flor que eu mais gosto  - Disse Diana


Majô se lembrou que era a flor predileta da sua mãe também. 


Letra O... de Ouvir porque é uma parte essencial ao nosso corpo para poder ouvir. E assim ouvimos tudo com atenção - Disse o Matheus


E assim, as crianças fizeram suas contribuições cheias de sabedoria, de cor, de percepção.Era muito bom ter essas “anotações de vida” que só podiam vir de corações tão puros quanto os das crianças. A sabedoria estava crescendo.


Majô foi até o portão, na esperança de ter ouvido alguma coisa. Nesses dias, ela sempre estava a procura de alguma coisa. Mas, infelizmente,  não tinha absolutamente nada lá. Ficou vários minutos por ali e  apareceu o carro do produto de limpeza,   o carro do ovos,  mas nada de aparecer seu cachorrinho amigo e nem uma nova encomenda. O jeito era entrar.


 

Eu tinha fé de que algo iria acontecer - sussurrou Majô para si,  mexendo tristemente na estante onde estava o barquinho e a caneca.


Nisso Majô olhou para o lado e viu  Anicélia entretida abrindo um pacote.


- Quem te deu isso Ani? - Perguntou Majô


- Não sei!!! Tava no sofá. Acho que foi o Papai Noel - Respondeu Anicélia, em pleno mês de maio. Se bem que com a antecipação dos feriados nessa quarentena, vai que o natal tenha sido antecipado.


- Mãaaeee, foi você quem deu esse pacote para Anicélia? - Perguntou Majô para mãe que estava na cozinha.


- Como assim? Largue isso menina!!! Quem te deu isso? - disse a mãe vindo apressadamente  da cozinha para resgatar a filha de algum perigo que poderia conter no pacote misterioso.


- João Pedro, de onde veio isso? - Perguntou a mãe para o irmão mais velho de Majô.


- Sei lá… respondeu o menino



Enquanto todos estavam distraídos discutindo sobre a origem do tal pacote misterioso, Anicélia,  sorrateiramente, conseguiu finalizar a abertura do mesmo. Deu um grande sorriso de felicidade, e abraçou carinhosamente o seu conteúdo.


Era um….


continua no próximo capítulo


Vamos fazer uma pequena atividade desse capítulo? É só clicar no link abaixo:


Atividade Capítulo 7

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Baião - Ritmo de Percussão Corporal


Tudo bem, meus consagrados?
Segue mais uma vídeo aula de Ritmos com percussão corporal. Dessa vez um ritmo nordestino, o Baião.
Bons estudos!!

E aqui estão os outros vídeos pra você praticar!

Hip Hophttps://www.instagram.com/tv/B-QY72uJicZ/?igshid=c5mexn0al3bm

Sambahttps://www.instagram.com/tv/B-9g2SkJpOF/?igshid=12wm4d7dba7qe

Funkhttps://youtu.be/g0ktKS-iwao

Funk (variação): https://youtu.be/AGd32lfhK7o

segunda-feira, 18 de maio de 2020

LIFE NOTE - CAPÍTULO 6 - SABEDORIA x IGNORÂNCIA


SABEDORIA X IGNORÂNCIA


Um agradecimento especial à Belinha que narrou com muita graça e doçura esse sexto capítulo e às crianças do Centro Social Carisma que mergulharam na história e fizeram desenhos maravilhosos.



Sabedoria x Ignorância


Na verdade era um pequeno pacote, bem próximo ao portão, do lado de dentro do seu quintal. Majô não aguentou de curiosidade e foi logo abrindo-a  para ver do que se tratava:


Era uma caneca de louça branca,  com uma bandeira em forma de triangulo com as palavras LIBERTAS QUAE SERA TAMEM. Mais um souvenir. De onde seria? Hummm… O jeito era perguntar para o Google. 



Deu uma última olhada pela rua a procura de Frederico, mas que nada -  Ele desapareceu mesmo!


Entrou pensativa para dentro de casa.  Precisava guardar aquela caneca, antes que  Anicélia a quebrasse. Ela era perita em quebrar coisas.  Majô colocou bem no alto da estante,  junto com o  barquinho de madeira.  Tinha quase certeza que esses dois souvenires eram do Vitor. 


Olhou para o caderno com a imensa letra M. Provavelmente iria se formar uma palavra e quem sabe, quando isso acontecesse, todo esse mistério fosse solucionado e Frederico reapareceria.


A primeira letra foi o A


A segunda  o M

A…

M…



Só que as ajudas no grupo do whatsapp ainda eram poucas. Precisava de mais gente aderindo à SABEDORIA.  Enquanto a IGNORÂNCIA prevalecesse era difícil consertar as coisas.

 

Como se conserta as coisas com sabedoria estragadas pela ignorância? Era essa a grande questão.


E por falar em consertar… Anicelia pegou o celular da mãe e começou a escrever um monte de coisas no grupo de educandos no Whats. Na verdade foram letrinhas soltas e ninguém entendeu nada, pois ela ainda estava aprendendo a escrever. 



Anicélia queria dizer que gostaria de adotar um dos lindos cachorrinhos que a Emilly estava doando, já que o Frederico tinha desaparecido.



- Calma Ani,  vamos ter esperança. O Frederico vai aparecer. Vai dar tudo certo! - Disse Majô, carinhosamente abraçando a irmãzinha e apagando as mensagens sem nexo,  se desculpando no grupo e cantarolando Chimarruts: 


“Se a vida, às vezes, dá uns dias de segundos cinzas

E o tempo tic-taca devagar

Põe o teu melhor vestido, brilha teu sorriso

Vem pra cá, vem pra cá

Se a vida, muitas vezes, só chuvisca, só garoa

E tudo não parece funcionar

Deixa esse problema à toa

Pra ficar na boa, vem pra cá

Do lado de cá”


 Nesse climão triste, o jeito era cantarolar para acalmar a alma. Às vezes gostava de ouvir um bom  reggae. Esse era o seu predileto e pelo visto da Anna também.  Majô amou a sugestão do Kauã, do Guilherme, da Aline, do André e da Sarah com outros reggaes, mas “Do lado de cá”  era top demais. 


- Ah se  eu tivesse uma máquina do tempo, poderia visitar o futuro e tentar descobrir a cura rapidamente para o coronavírus, acabar com a quarentena e tudo mais - pensou Majô -  mas isso era ficção e o melhor jeito de consertar  essas coisas era estudar. Não podia ficar parada de papo pro ar. Isso era alimentar a  IGNORÂNCIA. Tinha aproveitar esse tempo para aprender novas coisas, isso sim era SABEDORIA.



Um bom exemplo disso foi a Sarah,  que fez um vídeo incrível  e criativo dando dicas de como se precaver do coronavírus




Pela milésima vez, Majô pega o Life Note para ver se tinha mais alguma pista.

- Ei!!! Espere!!! Isso não estava aqui antes!!!

- Oba!!! É mais uma letra!

- É a letra...

continua no próximo capítulo
 
Vamos fazer uma pequena atividade desse capítulo? É só clicar no link abaixo:

.



Imagem para face Gif barrinha divisória borboleta prateada e 764


  

 RESUMO 

 Majô mora em uma casa bem simples com a mãe, a vó, o irmão mais velho e a irmãzinha, Anicélia. Um dia, ela acha um caderno misterioso enquanto ía ao mercado.  Aparentemente nesse caderno não tinha nenhuma anotação, nem mesmo nome do dono, mas à medida que o tempo passa e as missões são realizadas, palavras, letras e enigmas vão aparecendo misteriosamente, inclusive Vitor, o antigo dono do caderno que perdeu o mesmo por não conseguir realizar as missões, e agora Majô não poderá devolve-lo, pois se tornou a dona legítima dele ao descobrir as palavras base SABEDORIA E IGNORÂNCIA. E assim Majô tenta descobrir o mistério do caderno com ajuda dos amigos.

Qual escolha a gente faz para resolver os problemas da vida? Ignorância ou Sabedoria?

Capítulos do Life Note:

 

segunda-feira, 11 de maio de 2020

LIFE NOTE - CAPITULO 5 - MAIS OU MENOS?


Mais ou Menos? 


Um agradecimento especial à Belinha que narrou com muita graça e doçura esse quinto capítulo e às crianças do Centro Social Carisma que mergulharam na história e fizeram desenhos maravilhosos. 


Majó procurou Frederico em cada canto da casa e não o achou. Colocou a sua máscara e saiu pelas ruas em busca dele, mas…. Nada de Frederico.


Foi até o mercadinho, aproveitando para comprar umas encomendas que a mãe tinha lhe pedido. Suely não estava lá. Era uma pena. Queria falar com ela sobre o souvenir de Alagoas.  O jeito foi comprar tudo rapidamente e só o necessário: fermento, farinha e ovos.  A situação em casa não estava nada boa e precisava economizar.  Ainda bem que tinha vindo muita coisa na cesta básica que a mãe ganhou, daí não foi preciso comprar tanta coisa. Continuou a procurar pelo  Frederico nas ruas e becos. Mas ele

desapareceu como fumaça.

Estava muito triste.  Sentia muita falta do seu amigo fiel. Decidiu voltar para casa, pois não era momento de ficar passeando por aí com o perigo do corona vírus. Ao chegar, fez as higienizações, como de costume.


Anicélia nem a provocou dessa vez. Estava amuada e choramingando por causa do Frederico.

João Pedro, o irmão mais velho,  parecia não se importar com o sumiço.

Majô olhou para o LifeNote e ficou com muita raiva dele. Será que o sumiço de Frederico tinha alguma ligação com aquele caderno? Deu vontade de jogá-lo no lixo,  mas ao abri-lo viu mais uma letra bem grande. 


Dessa vez era a letra M.

Enigmas!!! Isso nunca iria terminar? O  jeito era pedir ajuda para o  pessoal de casa.

Anicélia, pra não perder o costume, disse: - macarronada, maçã, mingau e desatou a chorar de saudades do Frederico que amava comer mingau.

João Pedro, o  irmão mais velho,  disse: - Matemática, uhhh… nunca entendi disso, ahhh máquina do tempo -   Bem que deveria ter uma para a gente resolver um montão de problemas. E continuou a mexer com o velho celular surrado, de tela quebrada num joguinho que parecia não ter fim. 

E por falar em máquina do tempo... Voltamos para 2016 aqui no Centro Social Carisma:


Acho que dessa vez, João Pedro falou algo que talvez fizesse sentido: matemática, lógica, mais e menos - acho que ela ia seguir essa linha de raciocínio. Ia conversar com os amigos no Centro Social no Grupo do Whatsapp para ver se mais uma vez eles poderiam ajudá-la. 

Pessoal!!!! O que poderia ser mais e menos?

O Matheus iniciou dizendo:
Mais compreensão e menos arrogância. 
Mais gentileza e menos egoísmo.

A  Ana Clara completou:
Mais gentileza e menos desperdício

A Heloisa disse:
Mais sabedoria e menos rancor
Mais ajuda e menos desprezo ao próximo

A Anna disse:
Mais empatia e menos violência.
Mais respeito aos professores, colegas e todos que trabalham na escola e menos desrespeito.

O Miguel disse:
Mais saúde e menos ignorância.

A Isabelly disse:
Mais estudo e menos analfabetos.
Mais livros e menos desocupados.

O Guilherme disse:
Mais ajuda e compreensão e menos roubos e maldade.
Mais estudo e menos preguiça.
Mais livros e menos vandalismo.

A Safira chegou por último, mas já foi dizendo:

Mais confiança no próximo e menos mentira e engano.

Que interessante a percepção dessas crianças. A sabedoria estava presente no mais  e a ignorância estava no menos. O futuro poderia ser bem melhor se tivesse doses extras de “mais” e consequentemente  o “menos”  seria enfraquecido. Sim...o  futuro estava nas mãos dessas crianças. Elas teriam que se esforçar muito para a sabedoria prevalecer e a ignorância ficar a cada dia menor.  

Somos gratas a essas mães guerreiras que ajudam seus filhos com SABEDORIA.  Homenagem do Centro Social Carisma a essas lindas mamães:

(aproveitem para seguir os perfis do Centro Social  no instagram: https://www.instagram.com/centrosocial_carisma/ e https://www.instagram.com/bazarsocialcarisma/)


Nesse momento, Majô  ouviu um barulho no portão e saiu em disparada pensando ser Frederico.

Infelizmente não era o seu cachorrinho querido, que decepção!

Era… 

continua no próximo capítulo

Vamos fazer uma atividade desse capítulo? É só clicar no link abaixo:

Imagem para face Gif barrinha divisória borboleta prateada e 764

 

 RESUMO 

 Majô mora em uma casa bem simples com a mãe, a vó, o irmão mais velho e a irmãzinha, Anicélia. Um dia, ela acha um caderno misterioso enquanto ía ao mercado.  Aparentemente nesse caderno não tinha nenhuma anotação, nem mesmo nome do dono, mas à medida que o tempo passa e as missões são realizadas, palavras, letras e enigmas vão aparecendo misteriosamente, inclusive Vitor, o antigo dono do caderno que perdeu o mesmo por não conseguir realizar as missões, e agora Majô não poderá devolve-lo, pois se tornou a dona legítima dele ao descobrir as palavras base SABEDORIA E IGNORÂNCIA. E assim Majô tenta descobrir o mistério do caderno com ajuda dos amigos.

Qual escolha a gente faz para resolver os problemas da vida? Ignorância ou Sabedoria?

Capítulos do Life Note:

 

capítulo 1 - O Caderno

capítulo 2 - Margarina 

 capítulo 3 - As palavras Secretas

 capítulo 4 - Enigmas

 capítulo 5 - Mais ou Menos

 capítulo 6 - Sabedoria x Ignorância

 capítulo 7 - Onde está o Frederico?

 

 capítulo 8 - Precisa-se de Respostas!

 

Capítulo 9 - O Amor 

 

Capítulo 10 - Revelações


Imagem para face Gif barrinha divisória borboleta prateada e 764


Clique nas  Gentilezas e veja quantas você tem.  Quanto voltarmos da quarentena, vai ter premiação, hem? Participem sempre!!!

quarta-feira, 6 de maio de 2020

FUNK 2 (Variação)

Pessoal, parabéns pelo empenho nas atividades! Agora, segue mais um ritmo de percussão corporal bem facinho. Uma variação do funk.



E aqui estão os links das outras atividades:

Hip Hophttps://www.instagram.com/tv/B-QY72uJicZ/?igshid=c5mexn0al3bm

Sambahttps://www.instagram.com/tv/B-9g2SkJpOF/?igshid=12wm4d7dba7qe

Funkhttps://youtu.be/g0ktKS-iwao

segunda-feira, 4 de maio de 2020

LIFE NOTE - CAPÍTULO 4 - ENIGMAS



Um agradecimento especial à Belinha que narrou com muita graça e doçura esse quarto capítulo. 

https://soundcloud.com/lina-ramos-774797662/capitulo-4-enigma


CAPÍTULO 4 - ENIGMAS

Assim que as palavras:  SABEDORIA E IGNORÂNCIA foram decifradas pela Maria Eduarda, apareceu bem no centro do caderno uma imensa letra A  e no cantinho o seguinte enigma:

“AQUILO QUE SE PERDEU, AOS POUCOS SERÁ ACHADO.
 É NECESSÁRIO MUITO ESFORÇO. ”




Maria Eduarda tentou decifrar  o enigma também, mas não conseguiu e logo foi embora, pois não podia ficar ali no portão. Era perigoso. Aconselhou a Majô que entrasse no grupo de Educandos do Centro Social Carisma, no WhatsApp. Lá, o pessoal poderia ajuda-la.

Majô entrou, sentou-se no sofá pensativa e,  ficou olhando para a imensa letra A? Anicélia chegou pulando em seu pescoço provocando-a:

- Olha!!! Uma letra A!!! E como estava aprendendo a ler,   escrever e também só pensava em comidinhas, já foi dizendo: - Arroz, Amendoim, Amburgui –

- Alto lá mocinha, “amburgui” escreve com H. É Hamburguer.  E acho que também não tem nada a ver. Disse Majô

A de aplicativo. Acho que o mundo vai terminar em aplicativo: É aplicativo de PicPay, aplicativo das aulas do governo, aplicativo da caixa federal da mãe.  Disse o irmão mais velho distraído com o seu celular.

- Muito aplicativo e pouco celular nessa casa. Provocou Majô! Bem que você poderia liberar o seu,  para eu e a Anicélia fazermos nossas tarefas.

- Vai sonhando!!! Vocês estragam tudo. Esse já tá com a tela quebrada e não cabe mais nada aqui e mesmo assim custou bem carinho na feira de rolo - Foi 30 reais.  Tive que fazer muito bico no mercadinho. Respondeu ironicamente o irmão mais velho.


Estava difícil fazer as tarefas assim. Quem sabe Majô, conseguiria obter um celular emprestado na campanha em que o Centro Social Carisma estava fazendo? Era torcer e ter fé.


Sorte que a mãe a  deixou  entrar no grupo de educandos no Whats e agora,  ela poderia conseguir ajuda com seus amigos, mas tinha que ser rápida, pois logo, logo, a mãe iria voltar a usar o celular para resolver os problemas com o aplicativo da caixa:

- Pessoal, me ajudem com palavras que comecem a letra A – pediu Majô.

O Guilherme foi o primeiro a responder: - Afirmar-se – porque se a gente não está conseguindo fazer uma coisa, a gente tem que se afirmar no que está fazendo para conseguir.

- Agradecer, porque tem que ser grato em tudo e também Alegria, porque é bom estar alegre – disse a Jhennyfer

- Atitude – o importante não é convencer com grandes palavras e sim surpreender com grandes atitudes – disse Isabelly

- Amigo -  uma pessoa de confiança na qual eu posso contar com um ombro amigo. E também alto que para mim significa ir além, sonhar alto. Ah... Arte – Expressar suas artes em forma de desenhos ou carinho. -  Disse Matheus

uma pausa para as Artes:
autora: Aline

Autor: Rafinha
autor: Rafinha

Autora: Anna
Autora: Anna

Autor: Guilherme

autora: Ester

autora: Aline
autor:  Miqueias



autor: Kauã

autora: Safira

Amizade – Quando você gosta e leva o amigo ou amiga para a vida. – Disse João

- Azul – porque o céu é azul. Também auspicioso que gera esperança e atilado, que cumpre as suas tarefas – Disse Vinicius, procurando palavras novas no dicionário.

Admiração – quando você admira uma pessoa pelas coisas boas dela – Disse Heloísa

Amar – gostar de uma pessoa que sempre fica do seu lado e nunca te faça mal – Disse  Rafinha.

Aprendizado -  porque é tudo isso que está acontecendo com a gente. Temos que aprender a ficar em casa e cuidar da gente e dos outros. Finalizou Emilly


Majô ficou encantada com tantas anotações de vida daquelas crianças e adolescentes. Eram palavras cheias de esperança e sabedoria.  O LifeNote estava acontecendo. Anotações de vida.
Anotações de sabedoria. Todos estavam aprendendo alguma coisa, sem contar na arte em forma de percussão e de violino que tinha invadido o grupo.  Aquelas crianças eram formidáveis.


Plect!!! – De repente, Majô ouve um barulho de alguma coisa que foi arremessada pela sua janela que estava aberta.  Era um pequeno objeto – um barquinho de madeira em forma de souvenir.

- Que coisa estranha! Pensa Majô analisando o objeto.  Aqui está escrito: ALAGOAS. Um souvenir de Alagoas? Quem será que jogou isso aqui dentro? De quem será? E o mais estranho é que o Frederico nem latiu. Aliás! Onde está o Frederico?  Não o tenho visto desde a última vez em que conversei no portão com Suely.    Fredericoooooooooo?????


- continua no próximo capítulo


Vamos fazer uma pequena atividade desse capítulo? É só clicar no link abaixo:
Imagem para face Gif barrinha divisória borboleta prateada e 764


 RESUMO 

 Majô mora em uma casa bem simples com a mãe, a vó, o irmão mais velho e a irmãzinha, Anicélia. Um dia, ela acha um caderno misterioso enquanto ía ao mercado.  Aparentemente nesse caderno não tinha nenhuma anotação, nem mesmo nome do dono, mas à medida que o tempo passa e as missões são realizadas, palavras, letras e enigmas vão aparecendo misteriosamente, inclusive Vitor, o antigo dono do caderno que perdeu o mesmo por não conseguir realizar as missões, e agora Majô não poderá devolve-lo, pois se tornou a dona legítima dele ao descobrir as palavras base SABEDORIA E IGNORÂNCIA. E assim Majô tenta descobrir o mistério do caderno com ajuda dos amigos.

Qual escolha a gente faz para resolver os problemas da vida? Ignorância ou Sabedoria?

Capítulos do Life Note:

 capítulo 1 - O Caderno

capítulo 2 - Margarina 

capítulo 3 - As palavras Secretas

 capítulo 4 - Enigmas

 capítulo 5 - Mais ou Menos

 capítulo 6 - Sabedoria x Ignorância

capítulo 7 - Onde está o Frederico?

 capítulo 8 - Precisa-se de Respostas! 

Capítulo 9 - O Amor 

Capítulo 10 - Revelações

Imagem para face Gif barrinha divisória borboleta prateada e 764

 

Clique nas  Gentilezas e veja quantas você tem.  Quanto voltarmos da quarentena, vai ter premiação, hem? Participem sempre!!!